Os Garagistas.

terça-feira, 16 de Janeiro de 2018

 

 

 

F 1 de férias e a gente fica procurando alternativas para a enfrentar a síndrome de abstinência.

Garagistas, para os não iniciados, são aquelas equipes independentes, que não representam as montadoras.

Por ordem cronológica de lançamento, temos o documentário McLaren: O Homem Por Trás do Volante, lançado em DVD em junho de 2017.

Dirigido por Roger Donaldson, mostra a trajetória do neozelandês Leslie Bruce McLaren, que superou uma grave doença na infância, que o deixou com uma perna 5 cm maior que a outra, e se transformou num piloto vitorioso, além de ser um excepcional projetista, fundando a equipe que até hoje leva seu nome.

Bruce McLaren começou a carreira de piloto em 1957, com o Austin do seu pai, e exibiu seu talento em diversas categorias: Can-Am, Endurance, Fórmula 1.

Na F1 pilotou pela Cooper, onde obteve sua primeira vitória, em 1959, aos 22 anos – extremamente jovem, para os padrões da época.

Em 1963 fundou a Bruce McLaren Motor Racing, desenvolvendo carros para um campeonato na Tasmânia, que foi vencido por ele.

Ao final de 1965, com a Cooper saindo da F1, Bruce fez sua equipe de F1 e obteve uma vitória pilotando seu próprio carro, em 1968, no GP da Bélgica, um traçado exigente e desafiador.

Após sua morte, em 1970, numa sessão de testes em Goodwood, Inglaterra, a equipe na F1 continuou, sob o comando de seu parceiro Teddy Mayer, que foi chefe de Emerson Fittipaldi e James Hunt.

Como piloto era arrojado e habilidoso, como projetista foi brilhante.

O documentário é minucioso, detalhista, recheado de imagens dos arquivos pessoais da família e de depoimentos. Consegue mostrar a personalidade intensa e a paixão que fez dele um dos maiores garagistas na história da F1.

Estou na torcida para o casamento McLaren – Renault dar certo, a F1 precisa de mais equipes incomodando a poderosa Mercedes.

Meu coração ferrarista só aceita domínio absoluto com os carrinhos vermelhos de Maranello!

 

Vera Peres

Vera Peres é publicitária e apaixonada por Fórmula 1 – desde sempre. Acorda no meio da madrugada para acompanhar corridas. É Ferrarista, fã incondicional do Schumi e mãe do peludo Kimi Räikkönen. Já visitou a Ferrari em Maranello, viu Alain Prost, David Coulthard, Damon Hill e Jacques Villeneuve treinando no autódromo do Estoril, viu o Hulkenberg marcar a única pole da carreira (até agora), em Interlagos/2015, debaixo de uma chuvarada, chorou com a morte do Gilles Villeneuve, coleciona filmes, documentários e livros sobre o esporte. O seu sonho de consumo é assistir – ao vivo – uma prova em Monza ou em Spa.

 

Forma | Conteúdo | Moda Masculina | Design |Marcas |Universo Masculino Alfaiataria | Luxo | Primavera-Verão | Coleção | Experiência

Leia Também