Ai, que loucura!

quarta-feira, 20 de novembro de 2019

 

 

 

 

E ainda tem gente que quer tirar a F1 de Interlagos!

Depois de um começo previsível, a prova teve um final alucinante, eletrizante, emocionante e mais uma pilha de adjetivos, a escolha de cada um. São Pedro deu as caras nos treinos, com chuva e friozinho, mas o domingo teve sol e temperatura amena.

Vinha tudo muito tranquilo, dentro do esperado, até a volta 54, com a quebra do Bottas e a entrada do safety car, que gerou movimentação nos boxes e deixou todo mundo alinhado para a relargada. Quando tudo parecia novamente acomodado, Vettel e Leclerc fizeram a gentileza de se enroscar e geraram nova entrada do safety car. Incidente de corrida, mas certamente o spaghetti passou do ponto e o molho azedou, para o azar do Mattia Binotto.

Aí sim, virou uma loucura total, bem com a gente gosta! Mad Max se comportou muito bem e se recuperou do fiasco de 2017, quando tinha a corrida nas mãos e pôs tudo a perder por uma bobagem. Gasly fez um esforço fenomenal e segurou Hamilton, garantindo seu primeiro pódio na carreira, depois de ter sido rebaixado da Red Bull pelo irascível Helmuth Marko. Hamilton comemorou, mas não levou, foi punido pelo toque que tirou do Albon a chance do seu primeiro pódio. Com a punição, quem ficou com o terceiro lugar foi Carlos Sainz Jr, que fez uma corrida fenomenal, largando em último e com apenas uma parada nos boxes. Resultado merecidíssimo, mas a direção de prova tinha que ter punido o Hamilton antes da premiação, para que o espanhol tivesse o prazer de ser aplaudido pela torcida. Ele e a equipe subiram ao pódio com o autódromo praticamente vazio, uma pena.

A Alfa Romeo colocou seus dois carros na zona de pontuação, a Renault teve o Ricciardo em sexto, Hamilton caiu para sétimo, Norris, Pérez e Kvyat fecharam a zona de pontos. E ainda tivemos uma engenheira no pódio, Hannah Schmitz, estrategista-sênior da equipe, recebendo o troféu pela RBR. Definitivamente, os humilhados foram exaltados!

E dia 01de dezembro acaba a função em 2019, na linda, mas chatíssima pista de Abu Dhabi.

Até lá

Vera Peres

Vera Peres é publicitária e apaixonada por Fórmula 1 – desde sempre. Acorda no meio da madrugada para acompanhar corridas. É Ferrarista, fã incondicional do Schumi. Já visitou a Ferrari em Maranello, viu Alain Prost, David Coulthard, Damon Hill e Jacques Villeneuve treinando no autódromo do Estoril, viu o Hulkenberg marcar a única pole da carreira, em Interlagos/2015, debaixo de uma chuvarada, chorou com a morte do Gilles Villeneuve, coleciona filmes, documentários e livros sobre o esporte. O seu sonho de consumo é assistir – ao vivo – uma prova em Monza ou em Spa.

Forma | Conteúdo | Moda Masculina | Design |Marcas |Universo Masculino Alfaiataria | Luxo | Primavera-Verão | Coleção | Experiência

Leia Também